domingo, 13 de março de 2011


CATEQUESE
 Texto: Mariana Simon

PAIXÃO, MORTE E RESSURREIÇÃO
DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

LEITURA: Jo 20, 1-10

ª                 Durante sua missão Jesus foi muito incompreendido...
ª                 Apesar de todas as suas boas obras procuravam um jeito de o condenarem.
ª                 A perseguição contra Jesus era tão grande que certo dia um dos seus discípulos, chamado Judas Iscariotes, decidiu entregar Jesus aos Sacerdotes do Templo por 30 moedas de prata.
ª                 Então os Sacerdotes e fariseus levaram Jesus preso. Porém não encontravam crime algum nele... mas como estavam cheios de ódio convenceram o governador Pilatos a condená-lo à morte de cruz, como era costume naquela época.
ª                 Jesus teve uma morte muito dolorosa, todo o seu corpo foi golpeado e machucado...

¥                                         O que aconteceu depois da morte de Jesus?

ª                 Seus discípulos e sua Mãe ficaram muito tristes e abalados com tudo o que aconteceu...
ª                 Na madrugada do 3º. dia depois da morte de Jesus, que era um domingo, alguns discípulos foram ao túmulo para perfumar o corpo de Jesus. Mas... o corpo não estava mais lá... então um anjo apareceu e disse-lhes que Jesus havia ressuscitado dos mortos.
ª                 Os discípulos saíram correndo, e voltaram para casa assustados. No meio do caminho Jesus lhes apareceu muito belo e glorioso (cheio de luz).
ª                 Deus Pai permitiu a morte de Jesus para que todos nós pudéssemos também reviver com um corpo glorioso após a nossa morte.
ª                 Quando Adão e Eva pecaram as portas do Céu foram fechadas para todos os seres humanos. Mas Jesus depois de sua morte subiu ao Céu e abriu as portas do Céu para todos os que nele quiseram entrar!

ENCONTRE 5 PALAVRAS SOBRE O QUE VOCÊ APRENDEU HOJE:

J
A
R
T
C
R
U
Z
E
M
J
U
T
I
A
B
S
G
N
U
Z
C
L
M
U
O
S
J
D
G
H
N
S
P
D
T
R
A
F
C
S
F
Ç
L
Y
U
S
É
M
O
R
T
E
E
R
U
COPIADO DO BLOG  ALEXANDRIABLOGSPOT.COM

0 comentários:

Postar um comentário

Não deixe de comentar